Arquitetura VernacularConheça mais sobre essa modalidade de construção e como a madeira é importante para o estilo

 As origens da arquitetura vernacular ou também conhecida como arquitetura de vernácula, remonta a um período ou regiões em que não existiam arquitetos ou engenheiros com a finalidade de projetar construções. Trata-se de um tipo de arquitetura prática, herdada de geração em geração e que recorre aos recursos naturais disponíveis.

A arquitetura vernacular é fortemente caracterizada por sua dependência de necessidades, materiais de construção e tradições específicas de sua localidade específica. É um tipo de arquitetura intrínseca de um tempo e lugar específico, não sendo réplica de outros lugares. Historicamente, a arquitetura vernacular incorporou as habilidades e o conhecimento dos construtores locais em oposição aos arquitetos formalmente treinados.

Embora muitas vezes sinônimo de arquitetura primitiva, nômade ou tradicional, ela também pode se aplicar a certos tipos ou arquitetura em países desenvolvidos e sociedades urbanas.

Como conceito, o termo “vernáculo” tornou-se comumente utilizado nos anos de 1800, numa época em que as potências coloniais ocidentais exploravam os novos mundos que estavam sendo descobertos. Às vezes é usado como um termo depreciativo, sugerindo algo que pode ser estranho, mas é derivativo e não foi “adequadamente” projetado por um profissional.

Características da arquitetura vernacular

O desenvolvimento da arquitetura vernacular centra-se nas funções que o tipo de construção deve executar. O design geralmente evolui com o tempo, tornando-se mais refinado e adaptado aos contextos em que ele existe, incluindo: A disponibilidade de recursos, mão de obra qualificada e assim por diante. Veja os pontos:

  • Clima: A quantidade de sol, umidade, chuva, vento, perfis de temperatura e assim por diante.
  • Cultura local: O modo de vida dos ocupantes influencia grandemente a forma de construção. Isso pode incluir o tamanho das famílias, o modo como o prédio é usado, as condições sociais, os costumes locais, os valores religiosos e assim por diante.
  • Meio ambiente: se está localizado perto de água, floresta, deserto ou terreno montanhoso, e assim por diante.
  • Condições econômicas.
  • Influências históricas

A construção foi baseada na tradição e no conhecimento da comunidade, e não no know-how de um único especialista. O chalé de madeira alpino ou uma casa de bambu do sudeste asiático são apenas alguns exemplos dessa arquitetura vernacular. A arquitetura vernacular evolui ao longo do tempo refletindo as características do ambiente local, clima, cultura, materiais naturais, tecnologia e a experiência de séculos de construção de comunidades e a madeira é um dos principais materiais utilizados.

Os benefícios da arquitetura vernacular
  • Capitalizar conhecimento e tradições locais.
  • Aproveitar os materiais e recursos locais, o que significa que eles são relativamente eficientes em termos energéticos e sustentáveis.
  • Proporcionar uma conexão vital entre os seres humanos e o ambiente em que vivem.
  • Eles podem ser projetados especificamente com as condições climáticas locais em mente, e geralmente apresentam bom desempenho, principalmente quando a madeira é utilizada.
Arquitetura vernacular contemporânea

A arquitetura vernacular, a forma mais simples de atender às necessidades humanas, é aparentemente esquecida na arquitetura moderna. No entanto, devido aos recentes aumentos nos custos de energia, a tendência mudou sensivelmente para o outro lado. Os arquitetos estão adotando o regionalismo e as tradições de construção cultural, uma vez que essas estruturas provaram ser eficientes em termos energéticos e totalmente sustentáveis. Neste tempo de rápido avanço tecnológico e urbanização, ainda há muito a ser aprendido com o conhecimento tradicional da construção vernacular. Estes métodos de baixa tecnologia de criação de habitações que se adaptam perfeitamente à sua localidade são brilhantes, pela razão de que estes são os princípios que são mais frequentemente ignorados pelos arquitetos predominantes.

Adaptação: Caroline Nunes

Fonte: Ugreen

Login

Register

terms & conditions